Portugal – third EU country to grant European citizenship in 2019

Cidadania Portuguesa

Portugal foi o terceiro país da União Europeia com maior percentagem de pessoas a adquirir a cidadania europeia, em proporção do número de estrangeiros residentes no país.

Cerca de 4,4% dos residentes estrangeiros residentes em Portugal conseguiram obter a cidadania portuguesa, percentagem que supera os 2,0% registados na globalidade da União Europeia. Acima de Portugal apenas a Suécia (7,0%) e a Roménia (4,7%) mostram taxas mais elevadas de naturalização.

O valor, divulgado pelo Eurostat, mostra que Portugal fica bem acima da média da União Europeia no que diz respeito a este indicador.

Do lado oposto da tabela, a Lituânia e a Dinamarca foram os países que registaram valores mais baixos, onde apenas 0,3% dos residentes estrangeiros conseguiram obter a cidadania no país em 2019.

Em causa estão 706.400 estrangeiros a quem foi concedida a cidadania de um Estado Membro da UE, registando um aumento de 5% em relação a 2018.

Este valor deve-se sobretudo ao aumento, em termos absolutos, na Alemanha – mais 15.200 pessoas receberam a cidadania alemã, em comparação com 2018 -, seguida pela Itália (+14.500), Espanha (+8.200) e Holanda (6.300).

 

Principais nacionalidades a adquirir a cidadania europeia

Considerando aqueles que não detinham nacionalidade de um país da UE, os Marroquinos foram os principais beneficiados, com 9% dos indivíduos a adquirir a cidadania nacional de qualquer Estado-membro.

Seguem-se a estes os Albaneses (6%) e os Britânicos (4%). Os Brasileiros, que ocupam a sétima posição (3%), veem Portugal e Itália como os países que lhes oferecem uma maior taxa de naturalização. Cerca de 73% dos indivíduos nascidos no Brasil conseguiram adquirir a cidadania de um destes dois Estados-membros.

Os Romenos (26.600 pessoas), os Polacos (12.600) e os Italianos (8 700) continuaram a ser os principais grupos de cidadãos da União Europeia a conseguirem adquirir a cidadania de um outro Estado-Membro – à semelhança do que aconteceu em 2018.

Os dados divulgados pelo Eurostat mostram ainda que em 2019, e na União Europeia, a maioria das novas cidadanias foram concedidas pela Alemanha (19% do total), Itália (18%) e França (16%).

Contact us for more details.

Lamares, Capela & Associados is committed to protecting and respecting your privacy and we will only use your personal information to manage your account and provide the products and services you have requested. Occasionally, we would like to contact you about our products and services and also about other matters that may be of interest to you.

Share article

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Get in touch with us for further information.

Lamares, Capela & Associados is committed to protecting and respecting your privacy and we will only use your personal information to manage your account and provide the products and services you have requested. Occasionally, we would like to contact you about our products and services and also about other matters that may be of interest to you.

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.
We value your privacy

We use cookies to enhance your browsing experience, serve personalized ads or content, and analyze our traffic. By clicking “Accept”, you consent to our use of cookies.