Whistleblowing Law

No passado dia 20 de dezembro de 2021, foi publicada a Lei 93/2021 – Lei do Whistleblowing (“LW”), que transpõe para a ordem jurídica portuguesa a Diretiva (UE) 2019/1937 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 23 de outubro de 2019.

A LW entra em vigor a 18 de junho de 2022, data a partir da qual as entidades obrigadas estarão vinculadas ao cumprimento das obrigações aí previstas.

As obrigações da LW estão previstas para todas as pessoas coletivas, incluindo o Estado e as demais pessoas coletivas de direito público, que empreguem 50 ou mais trabalhadores – as entidades obrigadas. Além destas, e independentemente de terem 50 ou mais trabalhadores, existem outras entidades obrigadas (como, por exemplo, as instituições financeiras).

As entidades obrigadas têm como principais obrigações:

  • Estabelecer canais de denúncia interna que permitam a apresentação e o seguimento seguros de denúncias. Os canais de denúncia:
  1. podem ser operados internamente (receção de denúncia e seguimento), ou por operadores externos (para receção de denúncia);
  2. podem ser por escrito, ou de forma verbal (telefone, mensagem de voz ou, a pedido do denunciante, por reunião presencial)
  • Notificar, no prazo de 7 dias, o denunciante da receção da denúncia, e informá-lo, de forma clara e acessível, dos requisitos, autoridades competentes e forma e admissibilidade da denúncia externa;
  • Praticar os atos internos adequados à verificação das alegações aí contidas e, se for caso disso, à cessação da infração denunciada, inclusive através da abertura de um inquérito interno ou da comunicação a autoridade competente para investigação da infração;
  • Comunicar ao denunciante, no prazo máximo de 3 meses a contar da data da receção da denúncia, as medidas previstas ou adotadas para dar seguimento à denúncia e a respetiva fundamentação.

No processo de tratamento das denúncias e dos dados das pessoas envolvidas, as entidades obrigadas terão que:

  • Garantir a independência, a imparcialidade, a confidencialidade, a proteção de dados, o sigilo e a ausência de conflitos de interesses;
  • Manter um registo das denúncias recebidas e conservá-las, pelo menos, durante o período de cinco anos;
  • Não praticar atos de retaliação contra o denunciante. São presumidos como atos de retaliação, quando praticados até dois anos após a denúncia:
  1. a) Alterações das condições de trabalho, tais como funções, horário, local de trabalho ou retribuição, não promoção do trabalhador ou incumprimento de deveres laborais;
  2. b) Suspensão de contrato de trabalho;
  3. c) Avaliação negativa de desempenho ou referência negativa para fins de emprego;
  4. d) Não conversão de um contrato de trabalho a termo num contrato sem termo, sempre que o trabalhador tivesse expectativas legítimas nessa conversão;
  5. e) Não renovação de um contrato de trabalho a termo;
  6. f) Despedimento;
  7. g) Inclusão numa lista, com base em acordo à escala setorial, que possa levar à impossibilidade de, no futuro, o denunciante encontrar emprego no setor ou indústria em causa;
  8. h) Resolução de contrato de fornecimento ou de prestação de serviços;
  9. i) Revogação de ato ou resolução de contrato administrativo, conforme definidos nos termos do Código do Procedimento Administrativo.

A falta de cumprimento das obrigações previstas nesta Lei está sujeita a coimas, consoante a gravidade da Contraordenação em causa – as coimas poderão ir até EUR 250.000,00 no caso das contraordenações muito graves, e até EUR 125.000,00 no caso das contraordenações graves.

[av_button label=’Contacte-nos’ icon_select=’yes’ icon=’ue854′ font=’entypo-fontello’ link=’manually,https://www.lamarescapela.pt/contactos/’ link_target=” size=’medium’ position=’center’ label_display=” title_attr=” color_options=” color=’theme-color’ custom_bg=’#444444′ custom_font=’#ffffff’ btn_color_bg=’theme-color’ btn_custom_grad_direction=’vertical’ btn_custom_grad_1=’#000000′ btn_custom_grad_2=’#ffffff’ btn_custom_grad_3=” btn_custom_grad_opacity=’0.7′ btn_custom_bg=’#444444′ btn_color_bg_hover=’theme-color-highlight’ btn_custom_bg_hover=’#444444′ btn_color_font=’theme-color’ btn_custom_font=’#ffffff’ btn_color_font_hover=’white’ btn_custom_font_hover=’#ffffff’ border=” border_width=” border_width_sync=’true’ border_color=” border_radius=” border_radius_sync=’true’ box_shadow=” box_shadow_style=’0px,0px,0px,0px’ box_shadow_color=” hover_opacity=” sonar_effect_effect=” sonar_effect_color=” sonar_effect_duration=’1′ sonar_effect_scale=” sonar_effect_opac=’0.5′ id=” custom_class=” template_class=” av_uid=’av-3a4kow’ sc_version=’1.0′ admin_preview_bg=”]

 

Contact us for more details.

Lamares, Capela & Associados is committed to protecting and respecting your privacy and we will only use your personal information to manage your account and provide the products and services you have requested. Occasionally, we would like to contact you about our products and services and also about other matters that may be of interest to you.

Share article

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Get in touch with us for further information.

Lamares, Capela & Associados is committed to protecting and respecting your privacy and we will only use your personal information to manage your account and provide the products and services you have requested. Occasionally, we would like to contact you about our products and services and also about other matters that may be of interest to you.
We value your privacy

We use cookies to enhance your browsing experience, serve personalized ads or content, and analyze our traffic. By clicking “Accept”, you consent to our use of cookies.