Viver em Portugal: contado por uma americana

viver em portugal

O website International Living (IL), recentemente escreveu um artigo onde descreve a vida de uma cidadã dos Estados Unidos da América a viver em Portugal, apresentando alguns pontos fortes e pontos fracos.

Tricia Pimental, a correspondente do IL, vive em Portugal com o marido há vários anos e começou por descrever o país como “moderno mas que mantém os antigos costumes. As pessoas são simpáticas. A familia e amigos são importantes, e as pessoas conhecem os seus vizinhos e os comerciantes locais.”

O custo de vida em Portugal é dos mais acessíveis da Europa Ocidental. “Um casal pode viver confortavelmente em Lisboa com cerca de US$2200 por mês, nos bairros típicos da cidade e a apenas a meia hora a pé das principais zonas turísticas. Nas cidades mais pequenas do país, o orçamento mensal de um casal é cerca de US$1700.”

Pontos fortes e pontos fracos de viver em Portugal

De acordo com Tricia Pimental estes são o pontos fortes e pontos fracos de viver em Portugal:

  • Clima
    • Pontos Fortes: Em geral, o clima em Portugal é quente, temperado e húmido, com invernos chuvosos e verões secos.
    • Pontos Fracos: No norte, no inverno chove cerca de metade do tempo, e as temperaturas, em algumas zonas chegam a ser negativas. As zonas costeiras podem ser extremamente ventosas.
  • Custo de vida
    • Pontos Fortes: Os Expat normalmente descobrem que as suas despesas em Portugal são cerca de um terço do que eram nos Estados Unidos.
    • Pontos Fracos: Eletricidade, gasolina, automóveis e eletrodomésticos grandes, como máquinas de lavar e secar, são mais caras em Portugal do que nos EUA.
  • Segurança
    • Pontos Fortes: O Global Peace Index, considerou Portugal como o 3º país mais seguro do mundo (leia mais aqui). Os portugueses são pessoas pacíficas e procuram evitar conflitos.
    • Pontos Fracos: Pequenos furtos existem em todas as grandes cidades. Em Portugal não é excepção.
  • Cuidados médicos
    • Pontos Fortes: O custo médio de seguros de saúde privados em Portugal é US$46 mensais por pessoa. Os serviços médicos, públicos ou privados, estão disponíveis em todo o país.
    • Pontos Fracos: Se quiser agendar uma cirurgia nos serviços públicos, esta pode demorar meses.
  • Proximidade com os EUA
    • Pontos Fortes: Portugal dispõe de três aeroportos internacionais que têm diversas companhias aéreas. Se planear a viagem com antecedência poderá encontrar voos de sete horas, sem escalas, por menos de US$700.
    • Pontos Fracos: Como se trata de uma viagem longa, quem lhe vem visitar vai querer ficar mais tempo para aproveitar.
  • Atividades lúdicas
    • Pontos Fortes: Nas zonas costeiras pode-se fazer desportos aquáticos: surf, windsurf, mergulho, passeios de barco e muito mais. Para quem gosta mais de terra firme, pode optar por golfe, ténis, andar a cavalo, caminhadas, ciclismo ou explorar as ruínas romanas. Para além de tudo isto, ainda tem os museus, centro comerciais e outras atividades culturais.
    • Pontos Fracos: Não há.
Fonte: International Living

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.

Partilhar artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.
Valorizamos a sua privacidade

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, apresentar anúncios ou conteúdos personalizados e analisar o nosso tráfego. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de cookies.