Créditos: Em 2022, 11% dos novos contratos foram realizados com estrangeiros

Durante o ano de 2022, as instituições financeiras em Portugal efetuaram cerca de dois milhões de novos contratos de crédito, dos quais 11% a cidadãos de nacionalidade estrangeira, alguns dos quais reformados

 

Os dados são do Banco de Portugal (BPStat) que recentemente tornou público o estudo, onde realiza a caracterização sociodemográfica das pessoas que contrairam créditos, junto das instituições financeiras residentes em Portugal, durante o ano 2022. Em termos globais, estes organismos efetuaram dois milhões de novos contratos de crédito que abrangeu um universo de 1,5 milhões de pessoas, entre portugueses e estrangeiros, prefazendo um valor global de 28 mil milhões de euros.

Os indicadores do Banco de Portugal revelam que 11% das pessoas que obtiveram novos créditos durante o ano de 2022 tinha nacionalidade estrangeira, detlhando que cerca de metade tinha nacionalidade brasileira. O estudo avança igualmente com um dado peculiar: a maioria dos estrangeiros que viu os seus créditos aprovados tinha residência na Área Metropolitana de Lisboa. E acrescenta que, em termos gerais, todos os indicadores cresceram face a 2021 ou seja, o número de créditos concedidos aumentou tal como o universo de pessoas que recorreram a estes financiamentos.

Recorde-se que estes números não representam todos os negócios imobiliários ou outras aquisições, nomeadamente automóveis, na medida em que, não contabilizam o volume de negócios nos quais o investidor não recorre a nenhum tipo de financiamento junto das instituições financeiras residentes em Portugal.

 

 

 

Dados globais relativos a 2022:

 

  • Durante o ano de 2022, as instituições financeiras autorizadas em Portugal, realizaram dois milhões de novos contratos de crédito.
  • Cerca de 1,5 milhões de pessoas viu aprovado o crédito que solicitou.
  • 11% das pessoas que obtiveram novos créditos financeiros, são de nacionalidade estrangeira.
  • 61% do crédito à habitação concedido foi contratualizado com cidadãos com idade até aos 40 anos.

 

Em todos os tipos de crédito, diz o relatório, o número de mulheres que obtiveram aprovação, foi superior ao número de homens, excepção feita com o crédito automóvel. No entanto, o Banco de Portugal detalha que, ao serem analisados os montantes contratualizados – e com exceção do crédito habitação – o valor médio dos créditos obtidos por homens foi, em 2022, superior ao valor médio dos créditos obtidos por mulheres.

 

Que tipos de crédito são analisados?

  • Crédito Habitação
  • Crédito Pessoal
  • Crédito Automóvel

 

Em 2022, em conjunto ou de forma singular, 169 mil pessoas viram os seus pedidos de crédito habitação aprovados, sendo que este número simboliza um aumento de duas mil pessoas face a 2021. Neste universo e de acordo com o relatório do Banco de Portugal, duas em cada três pessoas residiam na região Norte e na Área Metropolitana de Lisboa; trabalhavam maioritariamente por conta de outrém e tinham habilitações académicas superiores.

O crédito habitação em 2022:

  • 1% foi obtido por cidadãos reformados
  • 19% foi concedido a pessoas com idade igual ou inferior a 30 anos
  • 61% foi contratualizado com pessoas com idade até aos 40 anos

Nesta análise, considera-se crédito à habitação todos os créditos obtidos para aquisição de habitação própria e permanente; aquisição de habitação secundária; construção ou realização de obras (seja numa habitação própria e permanente; secundária ou com o objetivo de arrendar) e também o financiamento para aquisição de terrenos com vista à construção de uma habitação.

Quem são os reformados que recorreram ao crédito habitação?

  • Cerca de metade são estrangeiros, maioritariamente dos Estados Unidos da América e do Brasil
  • Na região do Algarve, em particular, do total de crédito à habitação concedido a pessoas reformadas, 85% foi contratualizado com cidadãos de nacionalidade estrangeira, na sua larga maioria originários do Brasil, da Suécia e dos Estados Unidos da América.

 

Brasileiros lideram Crédito Automóvel

Em relação ao Crédito Automóvel, o relatório indica que durante o ano passado, 226 mil pessoas contraíram crédito automóvel e que este número representa um acréscimo de 4 mil pessoas, face aos dados analisados em 2021. Por outro lado, 9% do crédito automóvel, ou seja, cerca de 20 mil pessoas, é de nacionalidade estrangeira. O documento diz ainda que no âmbito desta modalidade de financiamento, entre o universo dos cidadãos de nacionalidade estrangeira, 70% são do Brasil. Feitas as contas, dos cerca de 20 mil estrangeiros que obtiveram crédito automóvel em 2022, aproximadamente 14 mil pessoas tinham nacionalidade brasileira.

 

No âmbito do Crédito Pessoal, um financiamento suspetível de várias utilizações, durante o ano de 2022, mais de meio milhão de cidadãos recorreu a este tipo de empréstimo. A análise do Banco de Portugal indica que 538 mil pessoas contraíram um crédito pessoal durante o ano de 2022 e igualmente que este número simboliza um aumento de 94 mil pessoas, face ao ano de 2021.

Quem são as pessoas que recorrem ao crédito pessoal?

  • A maior parte destes cidadãos tem idade igual ou inferior a 50 anos.
  • Trabalham por conta de outrém.
  • Em termos de habilitações académicas têm o ensino secundário ou o ensino superior completos.
  • 8% são estrangeiros – o que representa cerca de 43 mil pessoas.
  • Destas 43 mil pessoas, mais de metade (53%) têm nacionalidade brasileira.

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.

Partilhar artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.
Valorizamos a sua privacidade

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, apresentar anúncios ou conteúdos personalizados e analisar o nosso tráfego. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de cookies.