Novas tendências de Imigração em Portugal – conheça quem são os estrangeiros residentes em território nacional

Está já disponível o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo com os últimos dados disponíveis, relativos à Imigração em Portugal em 2022. Este relatório é da autoria do SEF e pode ser visualizado na íntegra aqui.

Nunca houve tantos estrangeiros a residir em Portugal. O número evolui positivamente desde 2017, ano em que Portugal contabilizava pouco mais de 420 mil residentes estrangeiros.

Hoje são mais de 780 mil, na sua maioria cidadãos Brasileiros (perto de 240 mil), seguidos de cidadãos provenientes do Reino Unido (aproximadamente 40 mil) e ainda oriundos de Cabo Verde (perto de 37 mil).

 

Ao o cenário da Imigração em Portugal analisando a distribuição atual destes cidadãos em território nacional, percebemos que, a grande maioria (mais de 300 mil), se estabeleceu em Lisboa, seguindo-se os distritos de Faro, Setúbal e Porto respetivamente.

Relatório SEF

A predominância de cidadãos brasileiros em Portugal não é novidade, mas é importa realçar que há um crescimento acentuado (22%) em relação ao ano passado, o que demonstra um crescente interesse pelo território nacional.

Tendo em conta a relevância desta comunidade em Portugal, o Governo tem levado a cabo iniciativas como a Igualdade Digital, já por nós noticiada, que visa facilitar o processo burocrático associado à vinda dos cidadãos brasileiros para Portugal, permitindo, por exemplo, a aquisição de residência de forma muito mais simples (e digital).

Imigração em Portugal – Origem (e motivo) de cidadãos estrangeiros residentes em Portugal

É, no entanto, curioso realçar que, apesar do aumento de cidadãos brasileiros em Portugal face ao ano passado, maior foi o crescimento da categoria “Outros” refletida no gráfico do SEF. Cresceram em mais de 33% os estrangeiros residentes em Portugal provenientes de destinos considerados os não-convencionais, de acordo com os dados existentes.

Entre eles, os números mais expressivos estão relacionados com a vinda de cidadãos oriundos da Oceânia (+130%) e da Europa Oriental (+94%). Este último percebe-se também pela situação de guerra vivida da Ucrânia e o acolhimento de muitos novos residentes que fugiram ao conflito deste país e que contribuem para um novo cenário de Imigração em Portugal.

Imigração em Portugal

 

 

 

 

 

 

 

 

É ainda interessante perceber, quando analisamos os novos residentes estrangeiros em Portugal que, cidadãos de países como a Índia, Bangladesh, o Nepal ou o Paquistão vem por motivos profissionais (estão cá a trabalhar), enquanto os que vêm de países africanos como Angola ou Cabo Verde solicitam reagrupamento familiar. Os cidadãos brasileiros não são exceção – 47% dos residentes trabalham em Portugal, enquanto cerca de 30% solicitaram reagrupamento familiar.

Já a lista dos estrangeiros a quem foi concedida residência por meio de “atividade de investimento” – que está relacionada com a atribuição dos Vistos Gold através, maioritariamente, de compra de imóveis e transferência de capitais – é liderada por cidadãos provenientes dos EUA (216), seguidos dos chineses (213) e dos brasileiros (109).

Por fim, de notar ainda uma subida significativa nos pedidos de nacionalidade – desde 2021 que foram emitidos mais de 63 mil pareceres positivos de nacionalidade portuguesa a cidadãos estrangeiros, na sua maioria a cidadãos de Israel (mais de 20 mil) e do Brasil (mais de 18 mil).

Imigração em Portugal

 

 

 

 

 

 

 

 

A maioria consegue a nacionalidade através da aquisição por naturalização (tempo de residência, por exemplo) mas, no caso dos cidadãos brasileiros, os números demonstram que a maior parte adquiriu nacionalidade por vontade própria, através de casamento ou união de facto.

Relembramos que pode consultar estes e muitos outros dados aqui e contactar a nossa equipa para qualquer questão sobre Imigração em Portugal. Solicite o nosso apoio ou aconselhamento nesta área ou em qualquer outra relacionada.

A Lamares, Capela & Associados apoia e representa os seus clientes nos serviços relacionados com a concessão de vistos e autorizações de residência em Portugal, bem como nos processos de aquisição da nacionalidade portuguesa. Prestamos ainda serviços de relocalização a clientes individuais e empresas que pretendam instalar-se em Portugal.

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.

Partilhar artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Contacte-nos para saber mais detalhes.

A Lamares, Capela & Associados tem o compromisso de proteger e respeitar a sua privacidade e usaremos as suas informações pessoais apenas para gerir a sua conta e fornecer os produtos e serviços que nos solicitou. Ocasionalmente, gostaríamos de contactá-lo sobre os nossos produtos e serviços e também sobre outros assuntos que possam ser do seu interesse.
Valorizamos a sua privacidade

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, apresentar anúncios ou conteúdos personalizados e analisar o nosso tráfego. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de cookies.